Toinho do Sopão diz que não foi eleito com voto de protesto e anuncia apoio a Ricardo

O deputado estadual mais votado na história da Paraíba, Toinho do Sopão, antes de participar de uma reunião do seu partido – PTN, em Campina Grande, concedeu entrevista a jornalistas campinenses e quando perguntado se iria honrar os quase 60 mil votos conquistados na última eleição, garantiu que não será um um ‘Negão do Café’, “pois irei trabalhar de verdade”, arrematou.

Negão do Café, antigo vendedor de cafezinho na cidade, foi vereador em Campina na gestão do então prefeito Cássio e teve um mandado considerado pífio.

Diferentemente do que havia dito em João Pessoa bem recentemente, o novo deputado disse que vai assumir uma vaga na Assembleia apoiando o Governo Ricardo Coutinho (PSB): “Não posso fugir a orientação do meu partido, que é instância maior”.

Em Campina Grande, “Sopão” esteve ao lado da Executiva estadual numa reunião de apresentação dos novos membros do partido. Para se ter uma ideia de como ele está mesmo ligado ao grupo de Ricardo, basta citar que fazem parte do PTN campinense, Fábio Medeiros, filho do saudoso vice-prefeito da cidade, Lindaci Medeiros; João Dantas, suplente de vereador e que assume vaga definitiva em fevereiro, além da deputada estadual eleita Eva Gouveia, aliados de primeira hora do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Em entrevista  uma emissora de rádio, Toinho parabenizou Cássio por ter derrotado na cidade o seu maior ídolo, que é o Presidente Lula. Ele também discordou dos que dizem que ele foi eleito com voto de protesto: “presto um serviço de distribuição de sopa gratuitamente para diversas classes sociais, inclusive pessoas com boa formação, como estudantes universitários”, disse.

O deputado eleito negou que tenha recebido R$ 500 mil e uma camioneta de pessoas ligadas ao governador José Maranhão (PMDB) em troca de apoio político: “isso nunca existiu, pois apenas procurei Maranhão, bem como Ricardo e Cássio, para saber o melhor projeto para o meu sopão. Fui induzido de forma errada, por um assessor, para ficar com Zé, mas mantive a minha neutralidade no segundo turno. Agora a história é outra e estou com Ricardo, acompanhando o meu partido”.

Por Josué Cardoso no Portal PB1.

Anúncios

Sobre sertaoemfoco

Aqui é diferente! Credibilidade e Imparcialidade.
Esse post foi publicado em Política, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s