Advogados que vão atuar no caso Cássio são os mais respeitados no direito eleitoral brasileiro

Dois ex-ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vão atuar no caso da impugnação da candidatura do ex-governador Cássio Cunha Lima ao Senado. Para a defesa de Cássio foi escalado o advogado Eduardo Alckmin, enquanto que caberá ao advogado Torquato Jardim representar os interesses da coligação encabeçada pelo PMDB. A expectativa é que o relator, ministro Marco Aurélio, leve o recurso ao plenário até amanhã. De acordo com a movimentação no Tribunal Superior Eleitoral, o processo foi enviado ontem às 17h13 para o gabinete de Marco Aurélio.

Os advogados que vão atuar no caso são considerados os mais respeitados no direito eleitoral brasileiro. Torquato Jardim foi ministro do TSE, tendo atuado como membro suplente em 1988 e depois como titular em 1992. Já Eduardo Alckmin atuou como suplente em 1991 e como titular em 1996.

O processo que analisa o registro da candidatura de Cássio já recebeu parecer da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE), que opinou pela aplicação da Lei da Ficha Limpa, por entender que o ex-governador foi condenado por decisões proferidas por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, pela prática de conduta vedada.

MAISPB

Anúncios

Sobre sertaoemfoco

Aqui é diferente! Credibilidade e Imparcialidade.
Esse post foi publicado em Política, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s